O Porco de Erimanto

O Porco de Erimanto Um cora o doente o melhor tesouro que um homem pode ambicionar Bem sei que eles acham que n o Ainda ontem esteve um deles a falar na televis o que estamos em Maio que Maio o m s do cora o que precis

  • Title: O Porco de Erimanto
  • Author: A.M. Pires Cabral
  • ISBN: 9789727952991
  • Page: 304
  • Format: Paperback
  • Um cora o doente o melhor tesouro que um homem pode ambicionar Bem sei que eles acham que n o Ainda ontem esteve um deles a falar na televis o que estamos em Maio, que Maio o m s do cora o, que preciso olharmos pelo cora o, vigiar o peso, fazer exerc cio, n o fumar Tretas O que eles querem dessa forma despojar nos de uma das nossas maiores riquezas, que Um cora o doente o melhor tesouro que um homem pode ambicionar Bem sei que eles acham que n o Ainda ontem esteve um deles a falar na televis o que estamos em Maio, que Maio o m s do cora o, que preciso olharmos pelo cora o, vigiar o peso, fazer exerc cio, n o fumar Tretas O que eles querem dessa forma despojar nos de uma das nossas maiores riquezas, que a morte r pida, oportuna e inopinada, provocada por um enfarte, para nos entregar de m o beijada morte lenta, preenchida de dores, provocada por algum cancro ou coisa assim Ou, se calhar ainda pior, vida puramente vegetativa do mal de Alzheimer Achas que ganhamos com a troca H Quem aceitar morrer s dentadas de um c o rafeiro, podendo morrer arrebatado por uma guia real A.M Pires Cabral Esta obra foi galardoada com o Grande Pr mio de Conto Camilo Castelo Branco de 2011.

    • ☆ O Porco de Erimanto || ↠ PDF Read by ☆ A.M. Pires Cabral
      304 A.M. Pires Cabral
    • thumbnail Title: ☆ O Porco de Erimanto || ↠ PDF Read by ☆ A.M. Pires Cabral
      Posted by:A.M. Pires Cabral
      Published :2020-06-23T06:34:43+00:00

    About " A.M. Pires Cabral "

  • A.M. Pires Cabral

    ANT NIO MANUEL PIRES CABRAL nasceu em Macedo de Cavaleiros, a 13 de Agosto de 1941 Licenciado em Filologia Germ nica pela Universidade de Coimbra, al m da atividade docente no ensino secund rio, foi respons vel pelo pelouro da Cultura na C mara Municipal de Vila Real.A sua produ o liter ria abrange os dom nios do drama e da fic o, com especial destaque para a poesia que, ressentindo se inicialmente da sua implanta o transmontana, tem uma acentuada tend ncia para o di logo intertextual nas ltimas publica es Autor de numerosos textos teatrais e antologias, sobretudo escolares, interessa se principalmente pela problem tica do Nordeste portugu s, quer na vertente humana quer na paisagist ca, evocando por vezes motivos ou ambientes neo realistas.

  • 259 Comments

    Post Your Comment Here

    Your email address will not be published. Required fields are marked *